Biohacking

Biohacking: o caminho para a sua melhor versão

Você sabe quem foi o responsável pela criação do hoje mundialmente famoso botão curtir de sua rede social preferida? Ou dos fofinhos e marotos emoticons que manda com frequência para as migas ou para o crush? Ou ainda a rolagem infinita que te prende por horas em frente a telinha?

Dirá que foi o Facebook, a Apple, a Microsoft ou qualquer outra Big tech onipresente em nossas vidas e a resposta estará certa e errada ao mesmo tempo.

Certa porque de fato foram essas empresas que investiram pesado para escravizar sua atenção e ganhar muito dinheiro com isso. Mas errado porque não será uma resposta tão precisa. O local em que surgiram essas brilhantes e viciantes ideias foi o Vale do Silício, um verdadeiro santuário da tecnologia localizada na Califórnia (EUA) e que ficou famoso mundialmente por se notabilizar por essas inovações revolucionárias.

Mas qual a relação desse já mítico berço de inovação tecnológica com biohacking? Tudo, porque foi a ambição de melhorar a produtividade dos profissionais dessa área que levou ao surgir de um movimento que promete ser o futuro da medicina.

Um movimento chamado biohacking

Já parou para pensar sobre a pressão nos ombros dessa turma do vale do Silício? As metas que têm que bater? É muita grana investida para encontrar soluções que atraiam e engajem novos usuários as suas plataformas pelo maior tempo possível.

A concorrência não é pouca, o mundo anda em constante transformação, o fluxo de informação é gigantesco, o ritmo de trabalho precisa ser cada vez mais acelerado.

Encarar essa realidade aplicando os mesmos modelos administrativos da época de sua vó, o mesmo modelo de trabalho, costumes, crenças etc., já não é mais viável.

As gigantes da tecnologia sabem muito bem disso e por isso incentivaram a aplicação de novos modelos de gestão e investiram em soluções para melhorar o desempenho de seus funcionários. Soluções baseadas em dados científicos.

É o contexto que fez surgir um movimento que prega o alcance de “sua melhor versão”, se tornar um “ser humano melhor”, em matéria de biologia, usando dados científicos e recursos tecnológicos.

Essa ideia ganhou sua melhor expressão no biohacking, um conceito de medicina que vem rompendo fronteiras por proporcionar resultados incríveis. O pessoal do Vale do Silício que o diga…

Entendendo o biohacking

Imagine que para se sentir mais disposta, cheia de energia durante a maior parte do dia, descubra que seu corpo precisa ingerir determinada quantidade de calorias e nutrientes por hora.  Imagine que para conseguir ter mais foco nas suas atividades e melhorar sua capacidade de aprendizado tenha de consumir determinadas substâncias em horários específicos. Ou ainda usar dispositivos de monitoramento para melhorar a qualidade do sono.

Essas práticas são uma realidade com o biohacking. O método cuida em identificar pontos falhos do nosso organismo, funções abaixo do desempenho esperado, e prover soluções ancoradas em dados científicos.

Soluções que podem envolver mudanças de hábitos comportamentais, alimentícios ou emprego de recursos tecnológicos.

Biohacking é a mistura de biologia com a ética hacker. Ou seja, tenta promover alterações biológicas para aprimorar desempenho de determinadas funções descobrindo formas de “hacker o corpo”.

Mas a prática não se limita a fazer alterações internas. A filosofia biohacking também defende mudar o ambiente externo para que o indivíduo tenha controle total de sua biologia, de seu corpo, mente e vida.

Como biohacking pode te ajudar a encontrar sua melhor versão?

Você percebe ultimamente que sua produtividade está abaixo do que um dia já foi mesmo não mudando em nada sua rotina? Percebe que está com mais dificuldade de manter o foco nas suas atividades, em absorver e memorizar informações?

Biohacking atua no sentido de potencializar as capacidades de um organismo, fazer suas funções alcançarem a plenitude, o máximo de desempenho, e até superar os seus limites.

Promove essa melhora de desempenho por meio de fórmulas, técnicas, aplicativos, alimentos e suplementos.

O tratamento de biohacking segue alguns pilares:

Cérebro: aumentar o foco e a capacidade de aprendizagem com o consumo de substâncias naturais e sintéticas (nootrópicos) na forma de suplementos e substâncias anti-inflamatórias como a piperina e curcumina. Meditação é uma prática corrente dentro desse pilar;
Nutrição: mais qualidade de vida com uma alimentação baseada em dieta cetogênica (aumento de consumo de gordura boa e redução diária de carboidratos);
Corpo: mais disposição com rotina de exercícios, alongamentos e melhora de postura.
Sono: qualidade do sono é fundamental para que encontre sua melhor versão. Uma das principais práticas de biohacking para evitar problemas durante o sono é diminuir o máximo possível exposição a luz azul, a luz artificial emitida por aparelhos eletrônicos.

Por que o biohacking é apontando como a medicina do futuro?

Essa percepção muito se deve ao emprego de dispositivos eletrônicos para “hackear” um organismo. Atualmente se usa aparelhos como relógios inteligentes, sensores de qualidade do sono, anel de temperatura, entre outros acessórios que ajudam a avaliar e melhorar o desempenho do corpo.

Especialistas acreditam que a tendência é a sofisticação desses recursos tecnológicos e maior abrangência de suas funções no futuro. O que possibilitaria o surgir de ciborgues, corpos constituídos por partes orgânicas e inorgânicas. Hoje já existem experimentos bem sucedidos de ciborgues, pessoas que receberam implantes para desenvolver visão noturna, recuperar a audição, ativar aparelhos eletrônicos com os dedos, entre outros experimentos, mas que no momento são inviáveis a maioria da população.

Portanto, calma que ainda não verá tão cedo um tipo exótico como esse pelo seu caminho. Mas também não tardará muito…

Eu posso ajudar você a encontrar sua melhor versão!

O futuro da medicina está a seu alcance. Você pode começar a reverter a queda de seu desempenho no trabalho, a falta de energia para fazer atividades que gosta, problemas de foco, dificuldades de emagrecer entre muitos outros entraves proporcionados por deficiências orgânicas hoje mesmo!

Sou médico especialista em biohacking, saúde integrativa e emagrecimento saudável. Tenho anos de experiência aplicando esse método nos mais diversos tipos de pacientes. Posso ajudar você a encontrar a sua melhor versão e provocar uma revolução na sua vida.

Conheça mais do meu trabalho e entre em contato!

Atendimento

Rua Rio Quente, 147 – Residencial Alphaville – Goiânia, CEP 74884-677

Contato

©2021, Almaz Digital . Todos os direitos reservados.

×